terça-feira, 5 de dezembro de 2006

Qualquer pessoa que visitar os EUA sofrerá uma "avaliação de risco terrorista"

WASHINGTON, 5 dez (AFP) - A partir de ontem qualquer pessoa que entrar ou sair dos Estados Unidos será alvo de uma avaliação de risco terrorista sem conhecimento, e os resultados serão conservados durante 40 anos, informou o departamento de Segurança Interna.

Um grupo que defende as liberdades civis nos Estados Unidos advertiram contra o plano, que consideram "invasivo".

"O governo se prepara para realizar uma 'avaliação de risco' em milhões de cidadãos obedientes à lei e os dados os perseguirão pelo resto de suas vidas", alerta, em um comunicado, David Sobel, da Fundação Fronteira Eletrônica (Electronic Frontier Foundation).

"E se isso já não fosse suficientemente aterrador, nenhum de nós poderá conhecer os resultados, nem apelar deles", acrescenta.

Um funcionário do departamento de Segurança Interna confirmou que os computadores do sistema automático de avaliação estão prontos para essa tarefa.

"Vamos utilizá-los para coleta, uso e análise de inteligência que nos ajudará a localizar e identificar terroristas potenciais ou armas terroristas e evitar sua entrada nos Estados Unidos", afirmou o porta-voz Jarrod Agen.

Um comentário:

Laura disse...

O problema eh serio. Tem muita gente entrando nesse pais todos os dias. Os ilegais entao, estao em numeros assustadores. Eh dificil controlar tanta gente. Quem nao deve, nao teme. E se isso quer dizer mais seguranca pra mim e minha familia, eu nao me encomodo.