quinta-feira, 31 de maio de 2007



2 luas cheias em maio:

O raro fenômeno da chamada ‘‘lua azul’’, ocasião em que a lua cheia coincide aparecer duas vezes no mesmo mês, vai mais uma vez brilhar no céu após três anos do último acontecimento. Nesta quinta-feira,31/05, ápice do evento, astrônomos vão se reunir no campo de futebol do Centro Federal de Ensino Tecnológico (Cefet), a partir das 18h, para observar a lua e tirar as dúvidas do público sobre fenômenos astronômicos.

Apesar do nome, o fenômeno da lua azul não tem qualquer relação com mudanças na cor do satélite. O apelido foi dado em função da raridade com que o ciclo lunar, cuja duração é de 29 dias e meio, ocorre por completo dentro de um único mês, possibilitando a aparição de dois períodos de lua cheia. Neste mês de maio, o primeiro ciclo da lua cheia pôde ser observado no dia 02. O fenômeno volta a ocorrer esta semana, com ápice às 22h da quinta-feira.

O astrônomo Gustavo Fontoura conta que a origem do apelido lua azul remonta do século 16, quando algumas pessoas que observavam a lua a olho nú achavam que ela era azul. Anos depois, explica, discussões a respeito mostraram que era um absurdo a lua ser azul, o que gerou um novo conceito para lua azul como significado de ‘‘nunca’’. ‘‘Com esse significado de algo muito raro, começou-se a dizer que a segunda lua cheia de um mês era uma ‘‘lua azul’’, diz.

A aparição da 2ª lua cheia no mesmo mês é mesmo algo raro. A última ocorrência foi registrada em julho de 2004; a próxima - após a de maio - será em dezembro de 2009. O fenômeno nada mais é do que uma lua cheia no céu, mas é uma boa oportunidade para divulgar a astronomia. ‘‘O evento de observação faz parte da nossa reunião mensal, mas serve também para divulgar a atividade ao público geral’’, afirma Fontoura, que é vice-presidente da Associação Norte-Riograndense de Astronomia (ANRA).

O astrônomo diz que serão instalados equipamentos nos campos de futebol do Cefet em Natal e Mossoró. ‘‘Como o ciclo da lua cheia dura entre três e quatro dias, vamos fazer a divulgação nas duas cidades’’, completa, informando que em Mossoró o evento será realizado amanhã, a partir das 18h, também do campo de futebol do Cefet. ‘‘Vamos disponibilizar os equipamentos para quem quiser ver a lua ampliada e tirar dúvidas do público.’’

VULCÃO

Apesar de o fenômeno não ter relação com a coloração do satélite, Gustavo Fontoura conta que há registros na história de que a lua realmente aparentava a cor azul. Foi em 1883, quando houve uma explosão do vulcão Krakatoa, na Indonésia, e os gases em expansão na atmosfera fizeram com que a lua bem próxima do horizonte tivesse a aparência azulada. ‘‘Isso foi visto no mundo todo por quase um ano’’, disse o astrônomo. Outro episódio ocorreu em 1951, quando um grande incêndio nas florestas do Oeste do Canadá lançou muitas partículas na atmosfera, criando o mesmo efeito que o Kracatoa, mas visível apenas na América do Norte.

2 comentários:

SiL ツ disse...

Oiii Andréa Vim conhecer seu blog q vc falou na aula. muito fofo ele viu \o\ vou ficar visitando. bjss e t++

Andréa Brelaz disse...

Oi! Sil!

Gostei da sua visita. Fique a vontade para me visitar e fazer comentários.

Obrigada pelo elogio.

Beijinhos