segunda-feira, 12 de janeiro de 2009

O Ano Novo (por Arnaldo Jabor)

O grande barato da vida é olhar para trás e sentir orgulho. É viver cada momento e construir a felicidade aqui e agora. Claro que a vida prega peças. O bolo não cresce, o pneu fura, chove demais, perdemos pessoas que amamos... Mas, pensa só: tem graça viver sem rir de gargalhar, pelo menos uma vez ao dia??? Tem sentido estragar o dia por causa de uma discussão na ida pro trabalho? Eu quero viver bem... e você? 2008 foi um ano cheio. Foi cheio de coisas boas, mas também de problemas e desilusões, tristezas, perdas, desencontros... Normal... às vezes, se espera demais. A grana que não veio, o amigo que decepcionou, o amor que acabou. Normal... 2009 não vai ser diferente. Muda o século, o milênio, mas o homem é cheio de imperfeições. A natureza tem sua personalidade que nem sempre é a que a gente deseja, mas, e aí? Fazer o quê? Acabar com o seu dia? Com seu bom humor? Com a sua esperança? O que eu desejo para todos nós é SABEDORIA. Que todos nós saibamos transformar tudo em uma "boa experiência". O nosso desejo não se realizou? Beleza... Não estava na hora, não deveria ser a melhor coisa para esse momento (me lembro sempre de uma frase que ouvi e adoro: "cuidado com seus desejos, eles podem se tornar realidade"). Chorar de dor, de solidão, de tristeza, faz parte do ser humano... Mas, se a gente se entende e permite olhar o outro e o mundo com generosidade, as coisas ficam diferentes. Desejo para todo mundo, esse olhar especial! 2009 pode se um ano especial, se nosso olhar for diferente. Pode ser muito legal, se entendermos nossas fragilidades e egoísmos e dermos a volta nisso. Somos fracos, mas podemos melhorar, somos egoístas, mas podemos entender o outro. 2009 pode ser o bicho, o máximo, maravilhoso, lindo, especial! Isso dependerá de mim... de você! Pode ser... E que seja!

2 comentários:

Polêmica disse...

Esse texto é bastante realista. Todos os anos é a mesma coisa, decepções, conquistas, perdas, sonhos realizados, sonhos abandonados, alegrias, tristezas, etc..O importante é a gente não se frustrar e tentar melhorar a cada dia!

Beijão!

Andréa Brelaz disse...

Oi! Juliana! :-)

Seja muito bem vinda ao meu blog! ;-)

Também concordo contigo sobre não deixar "a peteca cair", pois temos que superar as nossas dificuldades para alcançar nossos objetivos.

Volte sempre! :-D

beijos! :-)